quinta-feira, 20 de abril de 2017

Dicas Importantes sobre o Hospital das Clínicas

 Funcionamento do Hospital das Clinicas

O HC é um hospital de portas abertas?
Não. Apesar de ser a principal porta de entrada do sistema de saúde público da região, o HC é uma unidade integradora da rede estadual que segue a hierarquização da assistência, ou seja, sua missão é oferecer assistência voltada a procedimentos de alta complexidade e de ações estratégicas. Tudo em acordo com a Diretoria Regional de Saúde (DRS-7) e a com a Central Estadual de Regulação de Vagas, visando proporcionar um bom fluxo e atendimento hospitalar em nível terciário e quaternário para uma população de mais de 6 milhões de habitantes.
 
O HC pertence ao município de Campinas?
Não. O hospital não é de Campinas, ele está em Campinas. É um hospital universitário da Unicamp, portanto ligado ao Governo do Estado de São Paulo e mantido com recursos SUS e Unicamp.
 
O HC tem Pronto Atendimento?
Não. A obrigação de serviços hospitalares de pronto atendimento é dos municípios conforme determina a Constituição Federal. Todos atendimentos desse nível (primário e secundário) devem ser realizados em postos de saúde ou no hospital do município.
 
O HC tem Pronto Socorro?
Não. O HC dispõe de uma estrutura chamada de Unidade de Emergência Referenciada (UER) com classificação de risco por cores. Por exemplo. Se um paciente de Santo Antonio da Posse, que já foi atendido pela rede básica (posto de saúde) e pelo hospital de pronto atendimento da cidade, e o diagnóstico foi caracterizado como um caso grave ou de risco de morte, ele será encaminhado para o HC. As vagas para internação em caráter de urgência ou emergência são gerenciadas pela central de regulação de vagas da DRS-7. As exceções são para os casos encaminhados pelo serviço de resgate do corpo de bombeiros, polícia militar, polícia rodoviária e das concessionárias das rodovias.
Como ter acesso aos serviços?
O hospital oferece consultas ambulatoriais, internação, internação em caráter de urgência ou emergência e exames simples e especializados de alto custo como cateterismo, raios X contrastado, endoscopia, ultrasonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, PET-CT, entre outros. O acesso da população aos serviços é coordenado pelos municípios que integram a área de cobertura do HC, ou seja, quem agenda tudo para utilização dos serviços no HC são os médicos das cidades juntamente com a DRS-7. Neste caso procure seu posto de saúde mais próximo.
 
É PROIBIDA A ENTRADA DE APARELHOS CELULARES NAS UTIs .