segunda-feira, 6 de julho de 2015

DEPRESSÃO E DIABETES AUMENTAM O RISCO DE DEMÊNCIA

No mundo ocidental, o diabetes tipo 2 e depressão são cada vez mais comuns. E cerca de 20% das pessoas com diabetes também têm depressão. Um novo estudo buscou avaliar a associação entre diabetes, depressão e o risco de desenvolver demência. Para tal, pesquisadores avaliaram o risco de desenvolver demência entre 2,4 milhões de pessoas na Dinamarca, portadoras de depressão, diabetes tipo 2, ou ambos, e comparou-os com as pessoas que não tinham nenhuma destas condições. Foram observadas pessoas com idade de 50 anos ou mais.
Os pesquisadores também levaram em conta pré-existente condições médicas, como problemas vasculares cerebrais, complicações, como problemas renais e outras doenças.
Durante o período de estudo, mais de 59.600 homens e mulheres (2,4%) evoluíram com demência - aos 81 anos, em média. Destas, 26% tinham apenas depressão, 11% só tinham diabetes tipo 2, e cerca de 7 % tinham ambas as condições.
Verificou-se que a própria diabetes aumenta o risco de demência em 15%, a depressão em 83% e os dois juntos em 107%, segundo os pesquisadores.
A associação foi especialmente forte em pessoas com idade inferior a 65 anos; nessa faixa etária, um quarto dos casos de demência foram atribuídos à depressão e diabetes.