sexta-feira, 26 de junho de 2015

DEPRESSÃO AUMENTA RISCO DE DOENÇA DE PARKINSON

homem

Pessoas com depressão estão em risco 50% maior de desenvolver doença de Parkinson, sugere estudo desenvolvido na Universidade Umea, na Suécia. De acordo com os pesquisadores, ao longo de mais de duas décadas foi possível observar uma ligação entre essas duas doenças, sendo que a depressão pode ser um sintoma precoce da doença de Parkinson, ou um fator de risco para essa.
Participaram do estudo 140.688 pessoas diagnosticadas com depressão entre 1987 e 2012. Cada participante foi combinado, então, com um grupo de três controles (não diagnosticados com depressão) do mesmo sexo e nascidos no mesmo ano.
O tempo médio de acompanhamento foi de duas décadas, chegando há até 26 anos, e os resultados mostraram que as pessoas com depressão apresentaram 3,2 mais risco de desenvolver Parkinson do que os controles. Em um período de 15 a 25 anos após o início do estudo, os pacientes com depressão tinham cerca de 50% de chance de desenvolver a doença de Parkinson.
Os pesquisadores analisaram, ainda, os irmãos dos participantes do estudo, a fim de determinar o papel da predisposição genética e de outros fatores no desenvolvimento da doença de Parkinson. Essa comparação não mostrou relação entre a depressão de um irmão e o desenvolvimento de Parkinson no outro.
Fonte: New York Times, 20 de maio de 2015